Crianças e até mesmo adultos em todo o mundo gostam de brincar com bolhas de sabão. Mas, você já se perguntou o que será que as formam? O que mantém suas moléculas unidas?

Os alunos do Maternal de Pré I do Colégio Adventista De Santo Amaro Descobriram! Eles participaram de um atividade super divertida e bastante dinâmica, onde as Professoras explicaram tudo sobre as bolhas de sabão!

As respostas para todas essas perguntas se baseiam no tipo de força intermolecular existente entre as moléculas de água: a ligação de hidrogênio. Essas ligações ocorrem na água pela atração do polo positivo de uma molécula (hidrogênio) com o polo negativo de outra (oxigênio).

Essas interações ocorrem em todas as direções, no entanto, elas se tornam ainda mais intensas na superfície da água, pois como não existem moléculas na parte de cima, somente dos lados e abaixo, a desigualdade de atrações provoca a contração do líquido, dando a impressão de existir uma fina película na sua superfície. Esse fenômeno é chamado de tensão superficial.

As bolhas se formam graças à intensidade dessa tensão superficial. As moléculas de água que estão na superfície da bolha realizam ligações de hidrogênio somente com moléculas ao seu lado, aumentando ainda mais a força dessa ligação. Para diminuir essa superfície ao mínimo, a bolha adquire um formato com a menor relação entre área superficial e volume, que é a forma esférica.